Os trabalhos realizados por Albert Einstein

Em 1905 Albert Einstein publicou na revista Annalen der Physic, os trabalhos que ele desenvolveu. Por esse fato, que 1905 é considerado o seu “ano miraculoso”, pois produziu seis trabalhos no mesmo ano.

1) Seu primeiro trabalho descrevia o “quantum e o efeito fotoelétrico”. Esse trabalho foi concluído em 17 de março, onde ele apresentava sua idéia mais revolucionária. Dizia que a luz é formada por partículas (Gilbert Lewis, um físico-químico, mais tarde denominou essas partículas como fótons). Esse trabalho levou Albert Einstein ganhar o premio Nobel em 1921. Dedicou esse trabalho a Marcel Grossmann, um colega de graduação e que depois foi um forte colaborador de Einstein nos trabalhos que chegaram à teoria da relatividade geral. Neste trabalho Einstein analisa o efeito fotoelétrico que é a emissão de elétrons de um metal produzido por um feixe luminoso que sobre ele incide. Einstein formula esta lei, fazendo uso da constante de Planck, para definir o quantum de energia do fóton. Esse trabalho ganha lugar de destaque na historiada física. Ele retorna a interpretação corpuscular da luz, defendida por Isaac Newton.
O estabelecimento das equações de Maxwell, onde a luz era identificada com as ondas eletromagnéticas, levou ao auge a teoria ondulatória da luz. Quando Heinrich Hertz gerava as ondas de rádio, observou que a incidência da luz sobre um objeto metálico provocava uma corrente elétrica. Ai, por fim, estava descoberto o efeito fotoelétrico.

2) O segundo trabalho, realizava uma “nova determinação das dimensões moleculares”, que foi finalizado em 30 de abril.
Devido à grande aplicação de seus resultados em outras áreas, esse trabalho foi bastante citado na literatura científica moderna. E também, esse trabalho deu à Einstein o título de doutor pela Universidade de Zurique. O artigo tratava da determinação do tamanho exato de átomos a partir da difusão e da viscosidade em soluções diluídas de substâncias neutras.

3) Seu terceiro trabalho ficou conhecido como “movimento Browniano”. Esse trabalho foi recebido para publicação em 11 de maio, que é um desdobramento da sua tese de doutorado.
Fala sobre o movimento de partículas suspensas em fluídos em repouso. Consiste em um movimento rático de pólen em soluções. Tal movimento foi descrito pelo botânico Robert Brown, pela primeira vez, ao observar que o pólen de diversas plantas dispersavam-se na água sob a forma de um grande número de partículas, as quais apresentavam um movimento aleatório. Com isso consolidou a estrutura atômica da matéria.

4) Em um quarto trabalho, fala sobre a “eletrodinâmica dos corpos em movimento”. Esse foi o primeiro trabalho sobre a teoria da relatividade restrita e foi recebido para publicação em 30 de junho. Neste trabalho ele cita que, não somente os intervalos espaciais, mas também os intervalos de tempo entre acontecimentos, dependem do estado de movimento do observador.

5) Neste trabalho, perguntava-se: “inércia de um corpo depende de sua energia”. Foi recebido para publicação em 27 de setembro e foi uma segunda parte sobre a teoria da relatividade restrita.
Ele estabeleceu a relação entre a massa (m) que desapareceu em uma reação e energia (E) que se origina. Aparecendo uma fórmula que podemos dizer, a mais famosa fórmula da física e até, talvez, da ciência.

E = m . c2

Onde “c” é a velocidade da luz.
Em uma carta à Conrad Habicht, Einstein comentou: “Ocorreu-me mais uma conseqüência do artigo sobre a eletrodinâmica. O princípio da relatividade, em conjunção com as equações de Maxwell, requer que a massa seja uma medida direta da energia contida num corpo; a luz transporta massa com ela”.
Com isso, podemos concluir que, a hipótese poderia ser testada em corpos nos quais o “conteúdo energético” é variável em grau elevado.
Mesmo depois de ter publicado esses trabalhos sobre a teoria da relatividade restrita, dois anos mais tarde veio sua contribuição mais importante, intitulado: “Sobre o princípio da Relatividade e as conclusões tiradas dele”. Neste, introduz as primeiras idéias sobre a teoria da relatividade geral.
Assim, dizemos que “teoria da relatividade geral trata de questões gravitacionais e cosmológicas”.

6) Em um sexto trabalho, continuou o trabalho do “movimento Browniano”, fazendo uma segunda parte deste tema e recebido par publicação em 27 de dezembro.

Trabalho feito pelos alunos da 3ºD

Camila Silveira
Paulo Benedetti Junior
Rafael Corelhiano
Rafaela Truglia
Tiago Ap. Vellano

Fontes:

* Entrevista com Professor de Física da USP (Universidade de São Paulo), o Prof. Ragusa.


* Livro: Ciência & Ambiente (Universidade Federal de Santa Maria) – Santa Maria – Rio Grande do Sul – Brasil. Conteúdos do livro podem ser encontrados no site: www.ufsm.br/cienciaeambiente .


* “O ano miraculoso de Albert Eisntein”, por José Maria Filardo Bassalo. Encontrado no site: www.bassalo.com.br


Voltar | Clube de Física | Página Inicial