Manganês Mn. Elemento metálico de transição, de cor cinza, frágil. Z = 25, configuração eletrônica: [Ar] 4s2 3d5, MA = 54,94, d = 7,4 g.cm-3, PF = 1244ºC, PE = 2040ºC. As principais fontes são pirolusita ou manganês mole,(MnO2), psilomelana ou manganês duro (MnO2) e rodocrosita (MnCO3). O metal pode ser extraído por redução do óxido usando magnésio (processo Kroll) ou alumínio (processo Goldschmidt). Freqüentemente o minério é misturado com minério de ferro e reduzido em forno elétrico para produzir ferro-manganês para uso em ligas de aços. O elemento é bastante eletropositivo e reage com água e ácidos diluídos dando hidrogênio. Quando aquecido combina com oxigênio, nitrogênio e com outros metais. Sais de manganês contêm o elemento nos estados de oxidação +2 e +3. Os sais de manganês (II) são mais estáveis. Também forma compostos em estados de oxidação mais altos como óxido de manganês (V) e sais de manganato (VI) e permanganato (VII). O elemento foi descoberto em 1774 por Scheele.

Amostra
de
rodocrosita,
MnCO3.
Amostra
de
psilomelana,
MnO2