Lantanídeos ou Elementos Lantanídeos ou Terras Raras. Conjunto ou série de elementos da Tabela Periódica, após o lantânio (Z = 57), com números atômicos de 57 (lantânio) a 71 (lutécio). Todos eles têm dois elétrons na camada mais externa, numa configuração 6s2. São classificados juntos porque nesta série de elementos o aumento de um próton no núcleo corresponde a um aumento de elétrons no sub-nível 4f e porisso constituem o bloco f da Tabela Periódica, juntamente com os Actinídeos. As energias relativas dos orbitais nd e (n-1)f são bastante próximas e sensíveis à ocupação destes orbitais. Os átomos neutros apresentam algumas irregularidades nas suas configurações eletrônicas, destacando-se a excepcional estabilidade das configurações f7 dos elementos Európio e Gadolínio. Os cátions com carga +3 apresentam configurações estritamente 4fn5d06s0.

    A configuração eletrônica destes elementos é a seguinte:

Z
Nome
Símbolo
Configuração
57
Lantânio
La
[Xe] 5d1 6s2
58
Cério
Ce
[Xe] 4f1 5d1 6s2
59
Praseodímio
Pr
[Xe] 4f3 6s2
60
Neodímio
Nd
[Xe] 4f4 6s2
61
Promécio
Pm
[Xe] 4f5 6s2
62
Samário
Sm
[Xe] 4f6 6s2
63
Európio
Eu
[Xe] 4f7 6s2
64
Gadolínio
Gd
[Xe] 4f7 5d1 6s2
65
Térbio
Tb
[Xe] 4f9 6s2
66
Disprósio
Dy
[Xe] 4f10 6s2
67
Hôlmio
Ho
[Xe] 4f11 6s2
68
Érbio
Er
[Xe] 4f12 6s2
69
Túlio
Tm
[Xe] 4f13 6s2
70
Ytérbio
Yb
[Xe] 4f14 6s2
71
Lutécio
Lu
[Xe] 4f14 5d1 6s2

    Observe que o lantânio não tem elétron 4f, mas  ele é classificado como lantanídeo devido às similaridades no comportamento químico. O mesmo acontece com ítrio (Y) e escândio (Sc). Estes elementos Y, Sc e La pertencem, a rigor, ao bloco d da Tabela Periódica. Os lantanídeos e os actinídeos constituem o bloco f.

    Os lantanídeos são freqüentemente chamados de "terras raras" embora as "terras" possuam os seus óxidos. Eles também não são particularmente raros: ocorrem em grandes quantidades e geralmente juntos.

    Todos os elementos são metais reativos e prateados.

    Os seus elétrons f não penetram até a parte mais externa do átomo e não participam da formação das ligações, ao contrário dos elementos do bloco d, os metais de transição, nos quais os orbitais d da penúltima camada têm importante papel no comportamento químico e na formação das ligações. Por isso os lantanídeos formam poucos compostos de coordenação. Os principais compostos contêm o íon M3+ O cério também apresenta o estado de oxidação Ce4+ e európio e ytérbio o estado M2+.

    Os orbitais 4f não são muito eficientes ao exercerem o efeito de blindagem que atenua o efeito do núcleo sobre os elétrons mais externos. Assim, ao longo da série observa-se uma diminuição contínua do raio do íon M3+, que varia de 1,061 Å no lantânio a 0,848 Å no lutécio. Este efeito é denominado "contração dos lantanídeos".