Enxofre S. Elemento não metálico amarelo pertencente ao Grupo VI da Tabela Periódica. Z = 16, configuração eletrônica: [Ne] 3s2 3p4, MA = 32,06, d = 2,07 g.cm-3, (forma rômbica), PF = 112,8°C (forma rômbica), PE = 444,674°C (forma rômbica). O elemento ocorre na natureza em muitos minerais à base de sulfetos e sulfatos. O enxofre nativo é encontrado na Sicília (Itália) e nos Estados Unidos da América (obtido pelo processo Frasch). É elemento essencial para os organismos vivos. O enxofre tem várias formas alotrópicas. Abaixo de 95,6°C o cristal estável é rômbico. Acima desta temperatura passa para a fase triclínica. Ambas as formas cristalinas contêm moléculas S8. A temperaturas acima do ponto de fusão, o enxofre fundido é um líquido amarelo que contém anéis S8, como na forma sólida. Em torno de 160°C os átomos de enxofre formam cadeias e o líquido se torna mais viscoso e marrom escuro. Se o enxofre fundido for resfriado rapidamente, por exemplo sendo jogado em água gelada, obtém-se o enxofre amorfo, que é um sólido marrom avermelhado. A fase amorfa tem d = 1,92 g.cm-3, PF ~ 120°C, PE = 444,1°C. Acima de 200°C a viscosidade diminui. O vapor de enxofre contém mistura de moléculas de S2, S4, S6 e S8. As flores de enxofre são um pó amarelo obtido por sublimação do vapor. É usado como fungicida vegetal. O elemento é usado para produzir ácido sulfúrico e outros compostos.
Amostra de minério de enxofre nativo.Ocorre 
como     produto     de
sublimação vulcânica e 
em depósitos sedimentares.
Utilizado na produção de
ácido sulfúrico, pesticidas,
etc.

Amostra       de    pirrotita, 
minério de FeS, encontrado 
principalmente   em rochas 
vulcânicas básicas. É  usado  
na        produção           de 
ácido sulfúrico.

Amostras de pirita, FeS2, o principal minério de enxofre, também conhecido como "ouro dos tolos". Brilho metálico, opaco, amarelo. É usado na produção de ácido sulfúrico.