constelaÇÃo de Orion em 3d

 



Visualização da constelação de Orion  com as famosas "Três Marias"


Visão da Constelação de Orion de outro ângulo de visão

Constelações

A observação sistemática das estrelas levou o homem a perceber que o céu não é fixo, nem imutável, como pensavam alguns e, ao mesmo tempo, ele descobriu que há uma certa ordem, isto é: movimentos regulares no céu. Utilizou-se então desses movimentos regulares relacionando-os com os ciclos da própria Natureza, como por exemplo, a época das chuvas, do plantio, da colheita, etc. Também descobriu que podia orientar-se através da observação das estrelas e, observando o céu, descobrir as horas...

Definição antiga de constelação.

     
Figura: As Constelações na Esfera Celeste.


Os povos antigos como os Mesopotâmicos, os Egípcios, os Caldeus, os Assírios, os Chineses e os Gregos, observavam muito o firmamento e perceberam que as estrelas estão dispostas num arranjo que persiste de noite para noite. Começaram então a unir as estrelas por linhas imaginárias formando figuras no céu, nas quais procuravam representar os semideuses, animais, heróis de suas mitologias ou mesmo objetos do uso cotidiano (Figura 25). A esses desenhos no céu deu-se o nome de Constelações (Obs.: Constelação é o coletivo de um conjunto de estrelas - Português).

Na realidade uma constelação não tem existência real, pois as estrelas que a compõem estão em diferentes distâncias de nós (Figura.29), e apenas as observamos como se estivessem cravadas na Esfera Celeste, porque não temos a sensação de profundidade e, a impressão que temos é que estão igualmente afastadas da Terra.

    Figura: Distribuição Espacial das Estrelas de uma Constelação.


Definição moderna de Constelação.

Para um astrônomo moderno, as constelações não têm mais a finalidade de representar figuras no céu, quaisquer que sejam. Elas são definidas e confinadas em regiões perfeitamente demarcadas na Esfera Celeste (Figura 27). Isso tem como finalidade facilitar a localização dos corpos celestes dentro de uma determinada constelação.

    Figura: Demarcação moderna das Constelações.


Constelações na Esfera Celeste

As constelações na Esfera Celeste podem ser agrupadas segundo sua posição relativa às principais referências, ou seja, o Equador Celeste, os Hemisférios Celestes Norte e Sul e a Eclíptica. Desse modo, nós temos as constelações Equatoriais, Boreias, Austrais e Zodiacais.

Constelações Austrais.

São denominadas constelações austrais, as que fazem parte do hemisfério sul celeste, como por exemplo: o Cruzeiro do Sul, cujas principais estrelas são: a Estrela de Magalhães ou Acrux ( Crucis), Mimosa (Graciosa, Crucis), Rubídea ou Gacrux ( Crucis), Pálida ( Crucis) e Intrometida ( Crucis ).

Constelações Boreais.

São denominadas constelações boreais, as que fazem parte do hemisfério norte celeste, como por exemplo: o Cisne, cujas estrelas principais são: Deneb (a Cauda, Cygni), Albireo ( Cygni) e Sadr (o Peito, Cygni), Gienah (a Asa, Cygni) e Azelfafage ( Cygni).

Constelações Equatoriais.

São as constelações que se encontram numa faixa ao longo do Equador Celeste, como por exemplo, a constelação de Orion, o gigante caçador, cujas principais estrelas são: Betelgeuse (o Ombro do Gigante, Orionis), Rigel (o Pé, Orionis), Bellatrix (Mulher Guerreira, Orionis), Saiph (a Espada do Gigante, Orionis), Mintaka ( Orionis), Alnilan (a Pérola, Orionis), Alnitak ( Orionis), Meissa (a Cintilante, Orionis) e Algjebbah ( Orionis).

Constelações Zodiacais

São aquelas constelações que se situam na faixa da linha da Eclíptica e que estejam compreendidas entre 8 graus ao norte e 8 graus ao sul da Eclíptica . Ao todo, são treze as constelações zodiacais: Pisces (Peixe), Aries (Áries), Taurus (Touro), Gemini (Gêmeos), Cancer (Caranguejo), Leo (Leão), Virgo (Virgem), Libra (Balança), Scorpius (Escorpião), Sagittarius (Sagitário), Ophiuchus (Ofíuco, O Portador da Serpente), Capricornus (Capricórnio) e Aquarius (Aquário, ou Agüadeiro). A região das constelações zodiacais, ou simplismente zodiáco é a região do céu na qual podemos encontrar quase todos os planetas.

    Figura: As Constelações Zodiacais.