TÍTULOPão Maldito, O (Série As Plantas e o Homem, v.2)
ÁREABiologiaSUBAREASaúde

PRODUTORAGMT Productions

TEMPO27ANO DE PRODUÇÃO1993

SINOPSEAntigamente as pessoas se alimentavam só de pão de centeio. Em períodos úmidos o centeio não formava um bom grão, mas um cogumelo que tinha a forma de uma espora de galináceo, conhecido como esporão de centeio. O esporão é tóxico e misturado à farinha causava terríveis intoxicações. Em 1095 surgiu a doença chamada "o mal dos ardentes" ou "fogo de Santo Antonio", uma conseqüência da alimentação. O cogumelo que se formava causava um estreitamento dos vasos contraindo as artérias. Depois de realizada uma análise, a síntese: doze alcalóides derivam de uma mesma estrutura de base, o ácido lisérgico, e a partir dessa estrutura foram sintetizadas várias substâncias, inclusive o conhecido LSD. O pesquisador A. Hoffmann narra sua experiência com o LSD. Queria tirar do LSD um estimulante para a circulação do sangue, mas sob o efeito dessa droga tem-se muitas vezes a impressão de estar fora do corpo, e essa separação poderia explicar porque o LSD pôde ser utilizado contra a dor entre os doentes graves. Hoje o LSD não é mais produzido industrialmente, mas o ácido lisérgico, do geral é um dos derivados, continua a ser produzido por necessidades da indústria farmacêutica.
Nro Fita 274